quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

A Marca Premium SAAD apresenta sua coleção de Alto Verão


Para celebrar a chegada da nova coleção Alto Verão 2014 a SAAD fará um coquetel de lançamento na loja do ParkShopping Barigui, na próxima quinta-feira, 5, contando com a participação especial da ex-BBB e DJ Analy Rosa animando os convidados desde as 14h até as 22h.

Um pouco de história

No ano de 1967, em um pequeno ateliê na grande São Paulo nascia a marca SAAD, que tinha o intuito de confeccionar roupas bonitas e elegantes, porém que se adaptassem a uma vida dinâmica.  
            Anos depois a SAAD tornou-se uma marca Premium, que mistura originalidade, artesania e qualidade. A equipe de criação está sempre em busca de novos materiais – como tipos de couro e tecidos – capazes de surpreender as clientes sem deixar o conforto de lado. A maioria de seus produtos são feitos à mão para que cada peça e cada acessório seja um artigo exclusivo.
           



A identidade da marca propõe uma tendência vanguardista fashion com um mix de roupas, bolsas, sapatos, maquiagem, perfumes e acessórios pessoais.

Verão 2014

            Para a coleção de Alto Verão 2014 a SAAD buscou inspiração no contemporâneo. O real e a beleza do presente influenciaram a equipe de estilo na composição de uma coleção feminina e versátil, desenvolvida para atender a mulher em sua jornada diária.
            As variações dos tons de rosa, laranja, azul e verde que permeiam toda a coleção, foram inspirados na obra da artista plástica Nina Pandolfo. Com seus gatos e meninas de olhos grandes, Nina conquistou grande destaque em um universo potencialmente masculino.  Seus desenhos expressam sua personalidade. Os traços delicados, apimentados e femininos de Nina deram a ela grande reconhecimento internacional.
O branco, o preto e os tons terrosos também são tendências fortes os quais foram as apostas da SAAD para este verão.
Transparências, tules e rendas, combinados a recortes geométricos garantem o frescor da coleção de roupa juntamente com a feminilidade da mulher moderna.






MAISON SAAD
ParkShopping Barigui
Telefone: (41) 3317 6722
              barigui@saad.ind.br


MAISON SAAD
Shopping Crystal, Piso L4
Telefone: (41) 3232 0852
              shoppingcrystal@saad.ind.br

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Paris When It Sizzles



Film du jour!
Sim les filles, o filme do dia é Paris Quando Alucina.


O que pode acontecer em um 14 de julho?
William Holden interpreta Richard Benson, um roterista preguiçoso que deixou tudo para a última hora.
Ele tem que criar um filme em três dias e para fazer isso, ele recebe ajuda de uma jovem datilógrafa chamada Gabrielle Simpson, interpretada por Audrey Hepburn.


O roterista "já" sabe qual nome vai dar ao filme : "The Girl Who Stole The Eiffel Tower".
Richard tem uma ideia, fazer um filme que se passa durante o Dia da Bastilha.
Ele coloca Gabrielle no papel principal, lhe dá o nome de Gabby e se imagina ao seu lado - também no papel principal de seu próprio filme - como Rick.
Juntos escreverão um romance misterioso e cômico. O suspense aumenta nas ruas de Paris e os dois se aproximam.
O final do filme de Richard Benson é trágico mas o final do filme dirigido por Richard Quine é incrível!
A comédia é ainda mais divertida porque estrelas de verdade aparecem!
Marlene Dietrich, por exemplo, sai muito chic de um Bently.


Tony Curtis faz o papel do namorado narcisista de Gabby.
Ah eu amo esse filme!
As roupas de Audrey?
Tudo Givenchy!



*Qu'est-ce qu'il peut arriver dans un 14 juillet?
William Holden joue le rôle de Richard Benson, un scénariste paresseux qui a laissé tout pour la dernière heure.
Il doit créer un film en trois jours et pour faire ça, il reçoit l'aide d'une jeune fille dactylographiante, appelée Gabrielle Simpson, interprétée par Audrey Hepburn.
Le scénariste sait "déjà" quel titre il veut mettre : "The Girl Who Stole The Eiffel Tower".


Richard a une idée, faire un film que se déroule le jour de la Chute de la Bastille.
Il met Gabrielle dans le rôle principal, lui donne le prénom de Gabby et il s'imagine à son coté -aussi dans le rôle principal de son propre film - comme Rick.
Ensemble, les deux vont écrire un romain mystérieux et comique. Le suspense augmente dans les rues de Paris et les deux s'approchent.
La fin du film de Richard Benson est tragique, mais, la fin du film réalisé par Richard Quine est incroyable!
La comédie est encore plus amusante parce que les vrais stars apparaissent.
Marlene Dietrich, par exemple, sort très chic d'une belle voiture, une Bently.
Tony Curtis joue le rôle du petit-ami très narcissique de Gabby.



Ah j'aime ce film!
Les vêtements d'Audrey?
Tout Givenchy!



Bom filme!
Bon film.

Bisous.

M.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Dans la plage.

Bonjour chéries!
Enquanto eu escutava Beyond The Sea cantada por Bobby Darin me deparei com os arquivos praianos da Vogue.
E como estou de malas prontas para partir em direção à um lugar quente decidi compartilhar aqui essas fotos que celebram a moda em alto mar.
Se você ainda não escolheu seu destino de férias, que tal sol, piscina e mar?
OUI!

C'était en écoutant Beyond The Sea chanté par Bobby Darin que j'ai vu les archives de plage de la Vogue.
Et comme mes valises sont déjà prêtes pour m'accompagner vers un endroit chaud j'ai décidée de partager ces photos qui célèbrent la mode au bord de la mer, ici, sur mon blog.
Si vous n'avez pas encore choisi votre destin de vacances, alors, que diriez vous de soleil, piscine et mer?
OUI!

As fotos foram tiradas nas décadas de 1940 e 1950.
Ces photos ont été prises dans les décennies de 1940 et 1950. 





















Alors, BON VOYAGE!!

Bisous bisous.

M.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

MARCA CURITIBANA É DESTAQUE NO RAMO DA CONFECÇÃO NACIONAL



A Ponto Design, que conta com três lojas próprias em Curitiba, uma em Londrina,
e uma em Campinas/SP, vem crescendo no fornecimento de peças para grandes marcas.
Há 30 anos, a empresária do ramo da moda, Marilise Slaviero, iniciava uma carreira de vitórias. Depois de produzir roupas em tricot para o público infantil, conseguiu transformar uma pequena loja em uma marca forte com peças quase exclusivas e destinadas para mulheres executivas.


A empresária começou produzindo peças para Zoomp, Le Lis Blanc, Guaraná Brasil, Carmim, Lita Mortari, Gregory, M. Officer, Thelure e Spezzato, entre outras. Hoje, a confecção curitibana é referência nacional em termos de qualidade e caimento. Tricots e alfaiataria são os destaques da grife, que cria inclusive as estampas dos tecidos usados em suas roupas.
Para a empresária, que não só administra, mas também cria todas as peças que vão para as araras e vitrines, toda a produção feita pela Ponto facilita o trabalho e é um diferencial.“Tecido plano, que é para a alfaiataria, é o mais trabalhoso, mas eu prefiro que seja feito tudo na Ponto, porque fica com a minha cara e mais acessível. Já que não tem que passar por outras pessoas e empresas, antes de chegar no meu cliente, só faço peças nas quais eu acredito”, explica a empresária.
Para conquistar êxito no ramo da moda não basta ter talento empresarial e grande conhecimento de design e tendências. De acordo com Marilise Slaviero, é preciso estudo e conhecer bem as clientes que vão vestir as suas criações. “Tem que estudar, ler, pesquisar e principalmente conhecer as suas clientes. Procuro criar peças que caiam bem no corpo delas. Busco inspirações nos grandes nomes da moda, acompanho os seus trabalhos, mas a minha maior inspiração são as clientes. Estudo cada uma delas no seu dia-a-dia e antes de produzir, crio peças para que elas possam usar em suas ocasiões e compromissos diários. Acredito que isso é que nos dá a capacitação suficiente necessária para manter o nosso negócio”, justifica o sucesso.
No começo, a fábrica, localizada no bairro Água Verde em Curitiba, fazia em média 100 peças semanalmente. Atualmente, a Ponto Design fabrica mais de 50 mil peças por ano, graças ao empenho e o trabalho de seus 50 empregados.
No início, os destaques da marca estavam nas peças em tricot, mas hoje o acervo de peças passa pela alfaiataria e, também, acessórios. “Gosto de trabalhar com o tricot porque eu posso fabricar a estampa do pano. Eu mesma participo de todas as etapas da produção e adoro poder brincar com as possibilidades do tricot. Hoje na alfaiataria produzimos também tudo na nossa fábrica”, explica Marilise. Toda a produção própria também ajuda no desenvolvimento dos funcionários e a economia local. “Hoje as pessoas visam muito o lucro financeiro e se esquecem do esforço para manter a sua equipe. Esquecem-se dos empregos que estão gerando e do que vem por trás disso. Não adianta terceirizar, trazer de fora e acabar com a produção nacional. Não é um impacto imediato, mas o Brasil ainda vai sentir o peso de simplificar a produção e cortar etapas”, completa.


A inspiração da marca
Para conquistar o público feminino cada vez mais exigente e, que também é influenciado por uma grande concorrência, a Ponto Design usufruiu do toque feminino e do bom caimento de suas peças. “A moda da Ponto é isso. Criamos com cuidados especiais, paciência, delicadeza e carinho em cada peça que é fabricada”, explica.
Com o destaque nacional da empresa várias pessoas são beneficiadas. Segundo Evandro Marcial, chefe de tecelagem da Ponto Design, as suas conquistas são graças à empresa criada pela empresária Marilise Slaviero. “Eu tive muitas conquistas aqui. Comecei a trabalhar como estagiário com 14 anos e com o crescimento da empresa me desenvolvi profissionalmente. Hoje, tenho 35 anos, constitui uma família, e, por meio da empresa, tenho uma casa. Aqui na Ponto Design, percebi que o sucesso só vem quando fazemos as coisas com o amor e a dedicação”, disse.
A Ponto conta com três lojas em Curitiba, o Show Room no Água Verde, uma loja no Batel e outra no Cabral. Conta também com uma loja no Centro de Londrina e uma no estado de São Paulo, na cidade de Campinas. A marca já estuda possibilidades de abrir outras lojas no Paraná e ampliar o fornecimento de multimarcas. Já a Ponto Design, fábrica e confecção da marca, já amplia suas negociações no fornecimento de outras grandes marcas nacionais.


Serviço:
Ponto Design – Lojas PontoFábrica / Show Room: Rua Pará, 564 – Água Verde – (041) 3333-4255
Loja Curitiba / Batel: R. Des. Costa Carvalho, 343 – Batel – (041) 3232-4009
Loja Curitiba / Cabral: R. São Pedro, 696 – Batel – (041) 3252-4605
Loja Londrina: R. Belo Horizonte, 1355 – Londrina – (043) 3321-6105
Loja Campinas: R. Dr. Guilherme da Silva, 442 – Cambui – (019) 3294-3886

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Mad Money


Bonjour chéries.

Sei que preciso cuidar mais do La Vie En Rose, prometo que vou dar mais atenção à ele.
Para começar bem o dia, que tal uma palavra nova, bem glamour?

Mad Money é uma determinada quantia que você deve esconder no bolso secreto de sua bolsa, carteira. Coloque-a lá e esqueça-a! Você está autorizada a gastá-la somente em uma emergência e, assim que o fizer, deve repô-la.

A expressão de Howard J. Savage estava em um artigo sobre gírias na Bryn Mawr College. É "o dinheiro que uma moça carrega no caso de ter uma briga com o acompanhante e desejar ir para casa sozinha". Para mim, e outras fashionistas, é o dinheiro que uma moça carrega caso esteja passando por uma loja de roupas vintage que não aceita cartão de crédito e encontrar o perfeito pretinho básico, a bolsa-carteira ou anel de coquetel.


Je sais que je dois prendre soin du blog, je promets que je vais faire plus attention au La Vie En Rose.
Pour commencer bien la journée, que diriez-vou d'un nouveau mot très glam?

Mad Money est une somme d'argent que vous devez cacher dans la poche secrète de votre sac à main. Mettez-le là-bas et oubliez! Vous êtes autorisé à dépenser seulement en cas d'urgence, et si vous le faites, elle doit être remplacée.

L'expression de Howard J. Savage était dans un article sur argot au Bryn Mawr College. C'est "l'argent qu'une fille porte en cas d'une dispute avec son petit-ami et veut rentrer chez elle toute seule". Pour moi, et d'autres fashionistes, c'est l'argent qu'une fille porte au cas de passer devant un magasin de vêtements vintage qui n'accepte pas carte crédite et trouver la parfait petite robe noire, une sac à main ou une bague cocktail.


Bisous bisous

M.



sexta-feira, 11 de outubro de 2013

N° 5




Perfume da vovó.
Era de se esperar,afinal, está no topo há 91 anos.
Mas como o Nº5 se tornou tão..."best-seller"?

Parfum de mamie.
Il fallait s'y attendre, après tout, il est au sommet depuis 91 ans.
Mais comment le Nº5 est devenu si..."best-seller"?

A queda dos Czares foi feia, por isso, alguns dos Romanov que escaparam do massacre, dirigiram -se à França, mais especificamente para Biarritz.E lá, Marthe Davelli(cantora)apresentou Chanel à Dimitri Pavlovitch, o jovem grão-duque bonitão 11 anos mais novo que Coco.
Dimitri esteve presente na noite em que o monge Rasputin fora assassinado(ele era o tenente do regimento da Guarda Imperial), sendo um acaso misteroso.
Mesmo as histórias de Coco e de Pavlovitch sendo "parecidas" - Dimitri havia sido criado por babás, e ela por freiras- o que lhe chamou atenção foi o senso inato do luxo, o seu charme eslavo.
La chute des Czars a été laide, donc certains Romanov qui ont échappé du massacre, sont allés en France, plus spécifiquement à Biarritz. Là-bas, Marthe Davelli (chanteuse) a présenté Chanel à Dimitri Pavlovitch, le jeune grand-duc très beau 11 ans plus jeune que Coco.
Dimitri était présent dans la nuit dans laquelle le moine Rasputin a été assassiné (il était le lieutenant du régime de la Garde Impériale) étant une belle coïncidence.
Même que leurs histoires était pareilles - Dimitri a été élevé par nounous et Coco par nonnes - ce qui a appelé l'attention de Chanel était le sens inné du luxe, son charme slave.



Mais, Chanel ficou realmente heureuse em 1920, quando nasceu o Nº 5, dentro de um frasco simples, despojado.Feito por um russo, Ernest Beaux, o parfum continha uma mistura de oitenta ingredientes. Ernest Beaux passou a juventude em São Petersburgo e Coco só o conheceu por conta de Dimitri...
Mais, Chanel était vraiment heureuse en 1920, quand le N º 5 est né, dans une bouteille simple, dépouillé.Fabriqué par un russe, Ernest Beaux, le parfum contenait une mélange de huitante ingrédients. Ernest Beaux a grandi en Saint-Pétersbourg et Coco lui a rencontré à cause de Dimitri...



Lembrou de algum filme da Pixar?
Oui, chérie, Anastasia.
Souvenez-vous le film de Pixar?
Oui, chérie, Anastasia.

Voltando ao Nº 5...
En retournant au Nº 5...



O perfume sem aroma de nenhuma flor ou fruto específico, cheira à mulher, tal como Coco queria e, ícone precisa de musas, certo?
Certo!
As garotas-propaganda foram: Suzy Parker, Ali MacGraw, Lauren Hutton, Candice Bergen, Catherine Deneuve, Samantha Jones, Carole Bouquet, Estella Warren, Nicole Kidman, Audrey Tautou, e a própria Gabrielle Chanel.

Le parfum sans l'arôme d'aucune fleur ou fruit spécifique, a l'odeur d'une femme, bien comme voulait Coco et, icône a besoin d'une égérie, n'est-ce pas?
Oui!
Les égéries étaient: Suzy Parker, Ali MacGraw, Lauren Hutton, Candice Bergen, Catherine Deneuve, Samantha Jones, Carole Bouquet, Estella Warren, Nicole Kidman, Audrey Tautou, et la propre Gabrielle Chanel.



O sucesso foi tanto que Gabrielle decidiu criar uma coleção russa entre 1923 e 1924, e aussi abrir um ateliê de bordado, sua diretora? Maria, irmã grã-duquesa de Dimitri.
As túnicas inspiradas na 
roubachka, viraram o uniforme das parisienses chiques.
A Rússia entrou com peles, cheiros e amores na vida de Chanel.



Le succès était si grand que Gabrielle a décidé de créer une collection russe entre 1923 et 1924, et aussi ouvrir un atelier de broderie, sa directeure? Marie, soeur grande-duchesse de Dimitri.
Les tuniques inspirées dans la roubachka, sont devenues l'uniforme de les parisiennes chics.
La Russie est entré avec fourrures, odeurs et amours dans la vie de Chanel.



1951 - Foi neste ano que, ao sair de um avião em Tóquio, Marilyn Monroe declarou para um jornal local que dormia usando apenas algumas gotas do Nº 5.
Ulálá!

1951 - C'était dans cette année que en sortant d'un avion en Tokyo, Marilyn Monroe a déclaré à un journal locale qu'elle dormait en utilisant seulement quelques gouttes du Nº 5.
Oh lá lá!

Regardez.

Audrey Tautou.

video


Et, Nicole Kidman(avec Rodrigo Santoro)

video

C'est fini...


xoxo

M.

domingo, 29 de setembro de 2013

Intemporelles : Les Perles



Bonjour chéries!!
Saudades, a verdade é que meu amor por moda é infinito e isso está expresso aqui nos posts do La Vie En Rose.

La vérité est que j'aime mode et ça s'est exprimé ici sur les posts du La Vie En Rose.

*
Além de atemporais, as pérolas são um dos acessórios mais divinos da moda. Antes de serem reinventadas por Coco Chanel, elas eram símbolo de riqueza e nobreza, Marie Antoinette não tirava as dela.
Neste semestre de 2013, elas voltaram com tudo e são o coração de uma exposição no museu Victoria & Albert Museum de Londres.

Intemporelles, les perles, sont un des accessoires les plus magnifiques de la mode. Avant d'être réinventé par Coco Chanel, elles étaient symbole de richesse et aussi de noblesse, Marie Antoinette aimaient ses perles.
En cette rentré 2013, elles sont revenues et sont au coeur d'une exposition au Victoria & Albert Museum de Londres.


O charme dessas bolinhas vindas do fundo do mar encanta as parisienses há décadas. Não só elas, bien sûr.
Le charme de ces billes nacrées venues des mers du Sud ont enchanté les parisiennes il y a des décennies. Pas seulement elles, bien sûr.


Vamos às fotos da expo?
On y va??

Marie Antoinette 




Gabrielle Chanel.




Audrey Hepburn em "Breakfast At Tiffany's".
Audrey Hepburn dans "Diamants sur Canapé".




Capa da Vogue Paris em 1980.
Couverture de Vogue Paris en 1980.




Ensaio fotográfico de Andreas Sjödin para Vogue Paris em 2007.
Série de Andreas Sjödin pour Vogue Paris en 2007.




Ensaio fotográfico para Vogue Paris em 2009.
Série photographe pour Vogue Paris en 2009.




Vogue Paris, 2011.



Vogue Paris, 2012.




E você, como usa as pérolas??
Et vous, comment portez vous les perles??


Bisous bisous.

M.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...